Seguidores

28 de jul de 2008

Todos querem meter o dedo na Raposa Serra do Sol

Delegação indígena de Roraima apresenta em Bruxelas a situação actual da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, que espera decisão do Supremo Tribunal Federal sobre o decreto de homologação de Abril de 2005
Jacir Souza e Pierlangela da Cunha solicitaram ao Parlamento Europeu atenção para os crimes e violências que estão a acontecer contra a vida dos povos indígenas na Raposa Serra do Sol. São crimes que devem ser apurados e punidos independentemente do processo de decisão do Supremo Tribunal Federal.A eurodeputada italiana Patrícia Toia recebeu no seu gabinete, no Parlamento Europeu, os líderes indígenas. Deles ouviu o relato da situação que os seu povos estão a viver, tendo podido visionar imagens da violência e do impacto ambiental gerado pelos ocupantes ilegais de Raposa Serra do Sol.Impressionada pela explanação sobre uma realidade da qual já tinha ouvido falar, a eurodeptuda mostrou-se convicta que a visita da delegação indígena à Europa vai ter um impacto importante. Comprometeu-se com firmeza a tomar providências para divulgar o caso e fazer com que as autoridades europeias, através dos organismos adequados, acompanhem de perto a situação.A delegação indígena visitou a Embaixada brasileira em Bruxelas. A embaixadora Maria Celina Azevedo ouviu atentamente o relato da situação apresentado pelos líderes. Jacir Souza alertou para o perigo de se abrir um precedente para outros povos indígenas no Brasil, caso o Supremo Tribunal Federal decida anular o decreto de homologação do presidente Lula da Silva.


fonte :Elísio Assunção FÁTIMA MISSIONÁRIA27-06-2008 • 09:29
Postar um comentário