Seguidores

19 de fev de 2008

Cobra fugiu de táxi e foi apanhada na avenida de Moçambique


Só a valentia de um elemento do SPENA de Setúbal(Portugal) conseguiu com que fosse possível apanhar a cobra que fugiu de um táxi para a rua no bairro do Liceu. O réptil exótico segue agora para o Jardim Zoológico.

Uma cobra exótica com um metro e meio de comprimento, que seguia num táxi da cidade, acabaria por fugir para a rua, na avenida de Moçambique, perto do Lidl, no bairro do Liceu, no final da tarde de sexta-feira. A história ainda não está bem explicada mas tudo indica que o taxista transportava um cliente que levava o réptil conhecido por "Cobra-do-Milho", no porta-bagagem, para um determinado lugar mas algo aconteceu entre ambos e o dono abandonou a cobra no local. O facto é que o réptil, considerado raro em Portugal, escapou.

Perante o alerta, foram destacados para o local agentes da PSP, Protecção Civil, Serviços de Protecção da Natureza e Ambiente (SEPNA) da GNR de Setúbal e do Instituto de Conservação da Natureza. Foi apanhado o réptil e transportado para as instalações do SEPNA, na avenida Jaime Cortesão, onde ficou durante o fim-de-semana e seguirá hoje para o Jardim Zoológico de Lisboa conforme decisão do Instituto de Conservação da Natureza.

Segundo conseguimos apurar esta "Cobra-do-Milho" deve valer no mercado 400 euros e caracteriza-se pela sua cor brilhante e com grandes malhas de tons castanhos, mantendo-se quase sempre enrolada, sendo por isso factor de atracção para algumas pessoas.

ORIGEM A "Pantherophis guttatus", anteriormente chamada "Elaphe guttatus", tem como nome comum "cobra-do-milho", devido às suas origens. É originária dos celeiros dos EUA, México e ilhas Caimão, onde caça ratos, não actuando como uma peste, mas sim ajudando os agricultores a controlar as colónias de roedores.
Postar um comentário