Seguidores

9 de jan de 2008

Fumaça de lareiras tem forte impacto na poluição de Inverno

SUPERGIFS.NET, SEU SITE DE IMAGENS! ENTRE E CONFIRA!

"Partículas de poluição provenientes de lareiras em vivendas e edifícios e da combustão de resíduos agrícolas e de jardins contribuem para mais de metade da contaminação atmosférica durante o Inverno na Europa. Os gases nefastos para o ambiente e que contribuem para as alterações climáticas não encontram a sua origem apenas nas emissões a partir da industria, do sector da aviação ou dos transportes nas grandes cidades. Cientistas do Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS), em França, no projecto CARBOSOL apresentam na edição de 15 de Dezembro de 2007, da publicação científica Journal of Physical Research, os resultados de um estudo realizado na Europa entre 2001 e 2005. Nas conclusões do estudo, os especialistas indicam que no Inverno, a queima de madeira em lareiras e a combustão de resíduos agrícolas e de jardins estão na origem de 50% a 70% dos aerossóis carbonosos emitidos para a atmosfera. Dados que revelam que a queima de biomassa é altamente prejudicial para a atmosfera e um dos principais responsáveis pela poluição na Europa nos dias de Inverno. Resultados que alertam para o facto das emissões a partir de recursos vegetais poderem ser tão perigosas como as emissões a partir dos recursos fósseis. O projecto CARBOSOL, apoiado pela Comissão Europeia, têm como objectivo comparar os níveis de aerossóis carbonosos com origem nos recursos vegetais e nos recursos fósseis existentes na atmosfera e monitorizar o impacto da cada uma destas fontes para as alterações climáticas. Para avaliar as fontes de contaminação, os especialistas utilizaram vários marcadores químicos, entre os quais a glucose que surge em consequência da combustão de celulose. Desta forma, ao analisar a combustão de celulose os cientistas conseguiram identificar as emissões derivadas da queima de biomassa. O isótopo radiocativo carbono 14 é outro dos indicadores, que no estudo, revelou a queima da biomassa como um processo que contribui fortemente para a poluição. Isto porque o 14C, está especificamente relacionado com os recursos vegetais já que devido à sua rápida decomposição não se encontra nas emissões a partir dos combustíveis fósseis. Os cientistas envolvidos no estudo revelam que a redução da poluição originária da queima de biomassa poderá ser garantida através de novos desenvolvimentos tecnológicos e restrições legais, isto porque, de acordo com alguns estudos epidemiológicos estas partículas de poluição têm graves efeitos na saúde humana, como são exemplos, o cancro do pulmão e os problemas respiratórios. fonte: TV ciencia



Postar um comentário