Seguidores

20 de nov de 2007

Baleia encontrada morta perto de Santarem


Uma equipe de 10 homens com 3 máquinas trabalhou durante a tarde e a noite tentando dar um destino a baleia da espécie Franca do Sul que apareceu morta nas águas da praia de Itaoca esta semana.

O trabalho de remoção foi coordenado pelo Secretário Municipal de Obras Jackson Rodrigues Cuzzuol, José Santiago da secretaria Municipal de Meio Ambiente, pelo Gerente Municipal Ary Moreira.

A manobra dos homens e máquinas na praia de Itaoca atraiu centenas de curiosos durante Porém, o trabalho de remoção do mamífero que procura águas quentes do litoral capixaba para procriar foi mais complexo do que se imaginava.

O maquinário da Prefeitura de Itapemirim, juntamente com o da Usina Paineiras, foi utilizado para remover o animal que pesa aproximadamente 40 toneladas. Para enterrar o animal, foi aberta uma cova de 16 metros de comprimento e 2,5 de profundidade.

O trabalho prossegue hoje e somente será concluído quando a Franca do Sul estiver enterrada. Todo o trabalho acontece sob orientação do diretor do instituto Orca de Vitória.

Lupércio Barboza afirmou que a baleia é o primeiro espécime encontrado morto no Espírito Santo, que o mamífero é de uma docilidade grande, que, em outras praias, serve de atração turística.

“Não sabemos o que provocou a morte da baleia. Há várias possibilidades. O importante é que a Prefeita Norma Ayub pretende usar a ossada dela para criar um atrativo turístico para Itapemirim”. Destacou o diretor do Orça.

Diante da tristeza da morte do mamífero, nós que lutamos pela preservação da espécie, ficamos satisfeitos com o destino dado a ossada da baleia. “Enquanto muitos não dão importância ao fato, em Itapemirim, houve uma mobilização emocionante em torno da questão”. Finalizou Lupércio.

da Reportagem Local

Fonte: Folhaes OnLine
Postar um comentário