Seguidores

22 de jul de 2009

Lagoa Rodrigo de Freitas no bom caminho


Depois de 2001 a CEDAE iniciou uma obra para a recuperação da lagoa,foi construido um anel coletor em volta da dela de onde o esgoto é recolhido e desviado para o emissario de Ipanema.
Após essa obra os frequentadores do local quase 120.000 pessoas,ja começaram a sentir a melhora no cheiro forte que exalava e na cõr d'agua mais limpida.

Mas nem tudo são flores,durante esses anos foi sendo sedimentado no leito da lagoa metais pesados e dejetos e materia organica em decomposição que quando vem a tona produzem ainda um mal cheiro e o consumo de oxigenio causando a mortalidade maciça de peixes.

Para a recuperação completa, os poderes públicos apostam em uma parceria com a EBX, o grupo do empresário Eike Batista. Adepto das corridas em seu entorno, dono de um restaurante no bairro e com uma vista ímpar da Lagoa Rodrigo de Freitas de sua casa, no alto do Jardim Botânico, Eike enfatiza que o gesto é altruísta. "O Rio me acolheu, tenho empreendimentos aqui. Quero contribuir com a cidade", diz ele, que é mineiro de Governador Valadares. O projeto Lagoa Limpa pôs à disposição da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) um catamarã para auxiliar na coleta de resíduos e algas da água – já aumentou a quantidade recolhida de 40 para 65 toneladas por mês. É uma pequena faceta de um projeto ambicioso, que tem três pontos fundamentais: a criação de um centro de controle operacional automatizado para fiscalizar a rede de esgoto, próximo à elevatória do Leblon; a dragagem, a partir do fim do mês, de 95 000 metros cúbicos de resíduos; e a modernização do canal do Jardim de Alah para promover uma troca mais eficaz entre o mar e a Lagoa. O orçamento é de 30 milhões de reais e a conclusão está prevista para setembro de 2010.

Isso prova que o homem ainda podera fazer muito pelo meio ambiente,só depende da vontade politica e de verbas para que isso aconteça
Postar um comentário