Seguidores

18 de mar de 2009

Destruição do meio ambiente na Ilha da Madeira

O automóvel do DIÁRIO foi apedrejado ontem à noite no sítio dos Moinhos, no Faial, durante uma reportagem sobre extracção ilegal de inertes (pedras) na ribeira.

A violência ocorreu na Estrada Regional 101 cerca das 19h45, minutos depois de termos apanhado em flagrante uma retroescavadora e três camiões a retirar inertes da ribeira do Faial.

A ilegalidade, a segunda na mesma zona a ser denunciada em pouco mais de uma semana, estava mais uma vez a decorrer em horário tardio, para escapar à fiscalização ambiental. Mas, se os fiscais não viram, a população da zona há muito que está habituada ao barulho das pedras a serem reviradas e ao vaivém dos camiões a subir e a descer a ribeira, num movimento visível a partir da zona da ‘Casa de Chá do Faial’.

Uma dessas viaturas pesadas de matrícula 15-41-VQ, já carregada de pedra, foi seguida e filmada pelo DIÁRIO desde a ribeira até ao estaleiro das obras de construção da via expresso, onde, apercebendo-se da presença de jornalistas no local, imobilizou-se e desligou as luzes.

Pouco depois, quando o automóvel do DIÁRIO estava parado na ER101, tentando apurar em qual das britadeiras o camião iria descarregar os inertes, uma carrinha de caixa aberta desceu o arruamento em sentido contrário, de onde atiraram uma pedra que atingiu o vidro dianteiro do carro de reportagem.

fonte
veja o video Diario PT
Postar um comentário