Seguidores

22 de fev de 2008

Temporão confirma aumento dos casos de dengue no RJ

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, confirmou hoje no Rio que, ao contrário da maioria das outras regiões do País, o Estado registrou aumento no número de casos de dengue em janeiro em relação ao mesmo período do ano passado. Temporão reconheceu que o esforço concentrado da campanha contra a doença nos meses anteriores aos Jogos Pan-Americanos foram anulados por problemas burocráticos e deficiências nas estratégias adotadas no Rio. Deu como exemplo a distribuição de apenas mil tampas de caixa d'água na capital fluminense, o que classificou de "uma gota no oceano".

Números divulgados pelo município do Rio indicam a notificação de 5.217 casos em janeiro deste ano, cinco vezes mais do que o registrado em janeiro de 2007. O ministro identificou na baixa cobertura do Programa Saúde da Família no Rio uma das causas da proliferação do mosquito Aedes aegypti. O ministro também citou o uso comum de lajes sem cobertura em comunidades carentes e a falta de saneamento básico como obstáculos ao combate ao vetor da doença. Temporão também cobrou envolvimento da sociedade.

Sobre o surto de febre amarela no País, Temporão disse que a situação está "absolutamente tranqüila e sob controle", apesar dos 35 casos confirmados e 15 óbitos. O ministro disse esperar que os números da doença sejam menores em 2008 do que o registrado no surto de 2000, quando 40 pessoas morreram de febre amarela no País. O ministro também cobrou envolvimento da sociedade no combate à doença, e se queixou de hotéis de ecoturismo em áreas de risco que não avisam seus clientes da necessidade da vacinação.
Postar um comentário