Seguidores

5 de nov de 2007

Casa Côr, preocupação com ecologia é tendência entre designers


Piscina é revestida de vinil e tem deck de plástico; no bar, mesas são de resina
O charme começa no deck e na escada que parecem madeira maciça, mas são feitos de plástico reciclado. A iluminação da piscina é toda de led (lâmpadas que duram 100 vezes mais, são menores, emitem mais luz, gastam menos energia e esquentam menos).Estes são alguns detalhes de um dos espaços da Casa Cor, em Rio Preto. Preocupados com o meio ambiente, a tendência entre os designers é a criação de espaços ecologicamente corretos.Formadores de opinião, eles mostram alternativas para a construção de ambientes que recorrem à reciclagem para causar o mínimo de impacto à natureza.A piscina foi criada pelo biólogo Ney Laignier, e os arquitetos Lucíola Felipe e Mário Scarabucci, os três da cidade de Franca.“No lugar de azulejos para a piscina, usamos vinil, que é sugerido pelo Green Peace como material ideal”, diz Ney. Ele conta que a água é esterelizada sem cloro. O biólogo explica que o método escolhido foi a luz ultravioleta. “Ela mata todos os micróbios.”O Wine Bar, da arquiteta Juliana Affini, também é destaque pela preocupação com o meio ambiente.As mesas são feitas de resina, imitando pastilhas de vidro, os lustres são montados com peças de plástico que dão aparência de cristal , além das lâminas de madeira que revestem as paredes. Elas são feitas de resto de madeira triturada.

Mona Husseini

Postar um comentário