Seguidores

24 de out de 2007

"O Mundo Sem Nós"

Jornalista, autor de livros científicos, está em Portugal para divulgar a nova obra. É o resultado de mais três anos e meio de pesquisa. Viajou um pouco por todo o Mundo. Falou com centenas de cientistas e técnicos, ou seja, todos aqueles que mantêm o mundo humano a funcionar. O resultado é "O Mundo Sem Nós", um best-seller nos Estados Unidos, Canadá e Alemanha.

Weisman analisa como seria a Terra se o Homem desaparecesse. Mostra a forma como a Natureza, em pouco tempo, invadiria as grandes cidades. Apresenta o perigo que é o ser humano e força que a vida tem para se regenerar, seja em que forma for.

"O Mundo sem os humanos seria muito mais silencioso. Ouviríamos a natureza, o vento e a chuva. Outras espécies, que têm de lidar com as nossas pressões todos os dias teriam, subitamente, mais espaço para se expandirem, viverem e progredirem", diz Weisman.

Defende que o ser humano tem de encontrar uma perfeita harmonia com a natureza, algo que já aconteceu no passado. Optimista, com esperança no que o Homem pode representar no mundo onde se insere, fala na necessidade de uma maior eficiência energética e dos perigos do plástico, que existe em grandes quantidades e pode resistir centenas de milhares de anos.

Outro perigo é a multiplicação do próprio Homem. A cada quatro dias, há na terra mais um milhão de humanos. A meio deste século poderemos ser nove mil milhões. Weisman diz, por isso, que é preciso controlar o aumento da população.

O livro agora publicado entre nós, humanos portugueses, é um apelo à reflexão. Weisman diz que temos direito a estar cá, mas realça que é preciso ter consciência do espaço que ocupamos no Mundo.

fonte:sic
Postar um comentário